A importância de medir resultados em ecommerce

medir resultados em ecommerce

Medir resultados é uma das tarefas mais importantes em Marketing Digital.

E a ideia de escrever este post chega com a observação e constatação que vários sites de ecommerce não estão a tirar partido da medição de resultados. Assim, a grande ideia a reter daqui é de é MUITO importante medir resultados em ecommerce!

Antes de começar com qualquer análise de dados é, numa primeira instância, fundamental delinear os KPIs e métricas do negócio.

A confluência dos dois, estabelecimento de KPIs e análise de resultados, ajudará a perceber se as decisões tomadas e as estratégias implementadas estão, de facto, a ser as melhores e a potenciar o negócio.

Analisar resultados é muito importante para que se possa impulsionar o investimento em canais que tenham uma melhor performance e perceber quais  podem existir apenas como auxiliares.

Qual a importância de medir resultados em ecommerce?

 

Medir resultados em ecommerce resulta sempre como uma vantagem sobre a concorrência.

Perceber o comportamento de quem visita um site de ecommerce é fundamental para pensar ou repensar as estratégias do negócio.

Assim sendo, utilizar o Google Analytics para monitorizar resultados é imperativo. Acompanhar os resultados provenientes da interação dos visitantes com os produtos, a performance destes, a receita gerada em média por consumidor, flow dos visitantes ou canais de aquisição é algo que deve ser feito por qualquer site de ecommerce que deseje suceder no universo digital.

Com o acompanhamento dos resultados no Google Analytics, é possível verificar a performance dos produtos, perceber quais os mais vendidos ou que categorias conhecem um desempenho melhor e colocá-los com visibilidade na homepage.

Tal como os produtos é possível aceder à receita gera por dia e perceber quais os melhores dias para converter os visitantes em clientes.

É, também, possível analisar qual o comportamento do visitante até efetivar uma compra: quantas vezes voltou e com que intervalo de tempo até se materializar aquela.

O funil de compra é bastante valioso já que nos demonstra os passos dados pelos visitantes na jornada para a compra e quais os passos que poderão apresentar mais problemas.

É pertinente, para nos auxiliar nesta ação de medir resultados em ecommerce, estabelecer diferentes periodos na jornada do consumidor, tais como: aquisição, engagement e conversão.

Na aquisição ficamos a saber que cal ou canais estão a gerar mais tráfego e receita e que campanhas estão a ter um melhor desempenho.

Já no engagement constatamos como se realiza a interação do utilizador com o website.

Na etapa da conversão analisaremos a receita, o ROI, quanta receita deriva de consumidores que retornam ou o valor da receita por visita.

A temática de medir resultados em ecommerce não é simples e este post faz apenas uma abordagem geral. Convirá que quem detenha um site de ecommerce perceba a pertinência e necessidade de medir resultados e perceber qual o comportamento dos visitantes no website, como se realizam as interações e efetivam as compras.

 

Saudações!

 

A importância do SEO para Ecommerce

SEO para Ecommerce

Sempre ouvi, desde que me comecei a dedicar ao Marketing Digital, que SEO era realmente importante para Ecommerce.

Na verdade, apenas agora, ao começar a trabalhar sites de Ecommerce e ao estudar profundamente o assunto e analisar as variáveis e especificidades deste tipo de comércio, consigo perceber a dialética entre SEO  e Ecommerce.

O post que hoje escrevo não deverá ser muito técnico, mas antes  tenderá a poder auxiliar quem queira lançar os seus produtos online ou quem tenha já lançado o seu site mas procure operar melhorias.

Assim, é preciso começar por perceber que quase 50% das pessoas que começam a sua jornada de compra, utilizam, para o efeito, uma pesquisa. É por este motivo que o impacto do SEO para Ecommerce deve ser cuidadosamente analisado.

Quando pensamos nesta relação, devemos ter em mente três variáveis:

  • a estrutura do site;
  • a otimização do conteúdo;
  • a experiência do utilizador;

A estrutura do site

É imperativo que o site contenha um Sitemap de modo a que os motores de pesquisa possam descobrir o conteúdo . Nisto, é também preciso perceber que conteúdo deve ser indexado. O Sitemap é considerado um fator de importância dadas as dimensões e o número de páginas que, normalmente, um website de Ecommerce detém.

Quando se pensa a arquitetura de um website, é necessário que esta seja:

  • simples e fácil de entender – clara e distinta;
  • que a homepage nunca esteja a mais de três cliques de outra página;

Em Ecommerce, as páginas de produto são realmente importantes e ao mantê-las bem otimizadas e fáceis de navegar são dois fatores valiosos para criar um impulso na indexação do website, ou daquelas páginas, junto dos motores de pesquisa.

Algo que também irá beneficiar muito a estrutura e performance de um site de Ecommerce é o recurso a links: internos e externos. Os links internos ajudam a perceber a estrutura do website e os externos impulsionam a autoridade perante os motores de pesquisa. Sobre estes últimos, os backlinks, falarei num post futuro dada a sua importância.

SEO On Page

Como referi, em Ecommerce, as páginas do produto e categorias são realmente importantes para gerar tráfego e alcançar vendas.

Por este motivo, elas devem estar realmente bem otimizadas não apenas para ajudar na indexação em resultados orgânicos, mas também para ajudar o utilizador a apreender a informação válida e necessária no sentido de o auxiliar na decisão da compra.

Assim, numa primeira instância é necessário otimizar e trabalhar os seguintes fatores da otimização On Page:

  • Title tag;
  • Meta description;
  • Otimizar os Alt tags das imagens;
  • Otimizar os URL dos produtos;

Para que este passo funcione é necessário realizar uma pesquisa de palavras-chave, a chamada Keyword research, para perceber que termos ou palavras está o nosso público-alvo a pesquisar.

Um site de Ecommerce que esteja bem otimizado sabe aquilo que os seus utilizadores pesquisam e falam.

E estas Keywords deverão estar  nos fatores que enunciei em cima, mas também nas descrições do produto.

De facto, as descrições de produto são um fator muito relevante quando abordamos esta correlação do SEO para Ecommerce e, por isto, nunca deverão ser descuradas.

Elas devem estar bem otimizadas e conter as keywords que se consideraram válidas para aquele produto em especial.

Uma página de produto bem otimizada deverá conter sensivelmente 1000 palavras e repetir, entre 3 a 5 vezes, a Keyword durante a descrição.

Não nos deveremos esquecer que um conteúdo bem desenvolvido auxilia não só no posicionamento junto dos motores de pesquisa, já que os ajuda a compreender de que trata e fala aquela página, como ajuda o utilizador no processo de decisão de compra.

Para ajudar na produção de conteúdo é importante, que cada página de produto possa ter as reviews dos clientes.

Isto irá auxiliar não só em termos de criação de conteúdo como também poderá impulsionar o utilizador a comprar já que terá em atenção as experiências positivas de outros clientes.

Se, contudo, não for possível produzir conteúdo tão alongado, por favor, crie descrições relevantes e valiosas e nunca se esqueça de, nelas, inserir a Keyword escolhida para aquela página.

Falei das reviews de outros clientes. Por certo, não vai querer que elas percam a oportunidade de se tornarem relevantes para o seu negócio.

Se as reviews forem positivas será bastante bom implementar product review schema de modo a que tenha rich snippets nos resultados de pesquisa.

Para este efeito, é necessário implementar schema markup nas páginas de produtos. Em breve falarei sobre este fator, também.

Schema Markup ajuda os motores de pesquisa a perceber melhor do que se trata aquela página em especial.

User Experience

Como falei no início do post, uma arquitetura de informação simples e clara proporciona uma boa experiência do utilizador e, por relação, afeta  a relevância da página e a bounce rate.

A Page Speed do site deve ser cuidadosamente analisada não só porque isso condiciona a User Experience, mas também porque a velocidade do site auxilia no posicionamento junto dos motores de pesquisa.

Deixo aqui uma quote que descobri hoje e que é, sem dúvida, muito relevante:

“For you to achieve your goals, visitors must first achieve theirs” – Bryan Eisenberg

Saudações!